História

 

A YD Confecções tem uma das histórias mais emblemáticas do seu setor, evidenciando a força dos princípios inabaláveis de seus fundadores. A empresa registra crescimento contínuo desde sua fundação, demonstrando a força de seus valores.

 

Anos 1960
Com mais de 40 anos de existência, a história da YD Confecções é um exemplo de coragem, determinação e princípios. No início dos anos 60, a família Yammine, de origem libanesa, abriu uma loja de tecidos, como muitos conterrâneos. Pouco tempo depois, como bons empreendedores, perceberam que a confecção de vestidos para clientes da loja era muito mais rentável, o que o levou à confecção de vestidos de noivas e para ocasiões especiais, feitos sob medida.
Em 1969, com a mesma garra e determinação, a família começou a confeccionar calças femininas, também sob medida, produzindo cerca de 200 peças por mês. Naquele ano, a economia brasileira iria experimentar um crescimento de 9%, com uma taxa de juros de apenas 0,1%.
Tony Yammine, líder do empreendimento, mais conhecido no mercado do que a marca que criou, atuava (e ainda atua) com princípios que mantinha (e mantém) a ferro e fogo, como, por exemplo, entregar a seus clientes as peças que produzia dentro do prazo combinado e pelo preço combinado, além de pagar, também no prazo combinado, seus fornecedores, parceiros e empregados, algo que rapidamente o diferenciou.

 

Anos 1970
Em 1970 nasce a Mak-len Confecções, na Vila Ré, periferia de São Paulo, tendo como proprietários os casais Yammine e Annunciato. Nesse ano, a empresa começa a fabricar calças femininas em helanca, em um salão de 40 metros quadrados nos fundos da casa onde moravam os Yammine.
Em 1972, as famílias mudam a sede da empresa para um novo endereço, localizado na Rua Padre João, 712, no bairro da Penha, em um salão quatro vezes maior do que o anterior. É justamente neste ano que a empresa começa a produzir roupas feitas de índigo blue, através da contratação de oficinas de costura externa. Neste ano, a empresa já produzia 5.000 peças por mês. Em 1973 a produção sobre para 12.000 peças por mês.
Apenas um ano depois, em 1974, a empresa adquiriu um terreno em Ermelindo Matarazzo, onde ergueria sua nova fábrica, com 1.000 metros quadrados, inaugurada no ano seguinte. Logo após a mudança para as novas instalações, a empresa já produzia 35.000 peças por mês.

 

Anos 1980
Logo no início da década, a empresa amplia suas instalações, adquirindo o terreno vizinho e passando a reunir um espaço total de 2.000 metros quadrados, onde instalou a sua própria lavanderia e passou a produzir 60.000 peças por mês. É também neste momento que a Mak-Len Confecções rompe as barreiras nacionais e começa a exportar parte de sua produção, inclusive para países como os Estados Unidos, o que evidenciou uma produção de qualidade a custos realmente competitivos.
Em 1988, buscando acomodar-se a novas expansões, a empresa adquire um novo terreno no mesmo bairro, iniciando a construção de um novo prédio. Por razões de negócios, as famílias Yammine e Annunciato decidiram seguir caminhos distintos, em meio a um mercado em crescimento e cheio de novas oportunidades de negócios.

 

Anos 1990
Com os mesmos princípios que nortearam suas atividades desde a fundação, a YD chegou aos anos 90 ampliando ainda mais a produção. Nesses anos, com o aumento da competitividade decorrente do crescimento da importação de roupas, a YD evidenciava estar preparada para competir. Nasce a Yammine Brasil. Nos anos 90, a empresa tinha já uma área produtiva de 2.500 metros quadrados, que reunia lavanderia própria, costura externa e interna, exportação e uma produção de 130.000 peças por mês, com 340 empregados.


Anos 2000
Nos anos 2000, a Yammine Brasil começa a planejar o desenvolvimento de instalações mais amplas, que estivessem preparadas para um processo de produção mais adequado aos novos tempos, com total respeito ao meio-ambiente. Em um lance de rara ousadia, a empresa funde-se com a YD Confecções em Conchas (SP), que pertencia a um membro da família Yammine, e muda-se para uma área de 16.000 metros quadrados, onde passa a produzir 350.000 peças por mês com 600 empregados. Hoje, a empresa é um dos maiores empregadores do município e contribui para o desenvolvimento local através da geração de empregos e impostos.
 

Anos 2010

A empresa instala uma unidade em Resende, estado do Rio de Janeiro, para melhor atender a demanda dos clientes instalados nessa cidade da federação.

Com a criação da ABVTEX - Associação Brasileira do Varejo Têxtil - abvtex.org.br, nossa empresa foi uma das pioneiras em obter a homologação de todo o processo produtivo, incluindo subcontratados.